O sal está presente na mesa de boa parte dos brasileiros, mas o tempero em excesso é prejudicial à saúde. Saiba como substituí-lo e faça uma dieta saudável.

Sal em excesso pode prejudicar a saúde. Saiba como substituir o tempero

O sal é um elemento vital para o equilíbrio no organismo, mas o consumo em excesso prejudica a saúde e pode causar doenças cardíacas e renais. O sódio está naturalmente presente em muitos alimentos, como na água de coco. Mas ele é largamente utilizado hoje como conservante em diversos produtos industrializados.

Alguns dos sintomas do excesso de sal no organismo são: inchaço nas pernas, mãos e tornozelos, falta de ar, dores ao andar, pressão sanguínea elevada e retenção urinária. Consulte um médico se você apresenta um ou mais sintomas e, inclusive, se você tem antecedentes de pressão alta na família.

Para ter uma vida saudável, procure diminuir o consumo de sal no dia-a-dia. Evite pães, alimentos embutidos e defumados, comidas prontas industrializadas, carnes salgadas, conservas, refrigerantes, massas instantâneas e enlatados. Retire o saleiro da mesa para evitar excessos.

Sal light e marinho

O sal comum de cozinha é refinado e esse processo acaba eliminando muitos de seus minerais naturais. O sal refinado possui 40% de sódio e 60% de cloro. Já o sal light tem sabor mais suave e contém 30% de sódio. Esse tipo de sal é complementado com potássio, por isso deve ser evitado por quem tem problemas renais.

O sal marinho não é refinado, por isso conserva os minerais e o enxofre, responsável por várias funções metabólicas no organismo. O sal marinho possui a mesma concentração de sódio do sal de cozinha.

Existem alguns alimentos que bloqueiam o excesso de sódio no organismo como: banana-prata, linhaça, suco de uva, iogurte desnatado, melancia, laranja e também a água. Se você já é uma pessoa hipertensa, procure orientação médica e nutricional para um melhor acompanhando do seu caso e cuide da sua saúde!

Fonte: Tua Saúde