Os perigos do excesso de exercícios físicos em casa

A prática excessiva de exercícios físicos pode causar sérios prejuízos para a sua saúde. Saiba um pouco mais e como preveni-los.

Com o início da quarentena no ano passado, as academias fecharam e muitas pessoas passaram a praticar exercícios físicos dentro de suas casas. Por mais que essa iniciativa contribua para um estilo de vida saudável, é preciso tomar alguns cuidados para não cometer excessos e prejudicar a sua saúde.

Com a ansiedade a mil, alguns foram com muita sede ao pote, não realizaram a adaptação necessária para um retorno correto e acabaram se machucando nos treinamentos.

Um dos principais problemas causados pelo exagero nos exercícios físicos são as lesões. Sejam dores no joelho, na perna, nos quadris e até mesmo na região lombar, é muito comum que as pessoas acabem se machucando por não realizarem os movimentos da maneira correta ou mais vezes do que o necessário.

Os tipos mais comuns de lesões

As lesões são classificadas em dois grandes grupos:

Traumáticas: Ocorrem devido a algum tipo de acidente, como torções, quedas ou pancadas. Dentre os treinos mais comuns em que elas acontecem, estão a corrida, o futebol, o basquete e artes marciais.

Embora muita gente pense que somente esportes de impacto possam causar essas lesões, atividades como correr na esteira e pular corda também podem trazer prejuízos se não forem feitas da forma correta.

Por sobrecarga: Ocorrem por meio de exercícios que envolvem um o uso de carga e que podem gerar lesões agudas e até mesmo crônicas. Treinamentos com alteres e aparelhos de hipertrofia, quando realizados da maneira errada, podem ocasionar essas lesões.

Uma das lesões mais comuns por sobrecarga é a fratura por stress, que acontece justamente quando não são respeitados os limites do corpo. A musculatura da região geralmente já está enfraquecida e não consegue se adaptar aos impactos.

Como prevenir as lesões musculares

Existem algumas maneiras de prevenir as lesões musculares. A grande maioria dos profissionais recomenda que antes de qualquer atividade física, seja feita uma avaliação médica. Além disso, também é importante construir um planejamento de treino personalizado, junto com um preparador físico.

Outra forma de prevenir as lesões em casa, é fazer um pequeno aquecimento antes de começar a treinar, junto com uma boa série de alongamentos. Por fim, vale mencionar que a quantidade de repetições não é o mais importante, mas sim a qualidade dos exercícios realizados.

A Organização Mundial da Saúde recomenda 150 minutos por semana de atividade física moderada, como caminhadas ou 75 minutos de exercícios intensos, como a musculação.

Me lesionei. E agora?

Você tomou todos os cuidados e mesmo assim sofreu uma lesão? Calma, vamos dar algumas dicas que podem te ajudar a tratar e recuperar.

  • Para quem já se machucou, o ideal é não forçar nenhum movimento. Na verdade, o recomendado é parar o exercício imediatamente e realizar repouso;
  • Aplique uma bolsa de gelo sobre o local por aproximadamente 20 minutos. Além de reduzir o inchaço e a dor, ela também limita a extensão da lesão;
  • Caso você possua algum tipo de lesão crônica, utilize bolsas de água quente. Elas são excelentes para auxiliar na descontração muscular;
  • As contusões mais sérias podem incluir medicamentos de uso oral e tópico, sendo recomendada uma consulta médica especializada.
  • Tratar uma lesão da forma correta é a melhor forma de garantir uma completa recuperação. Para isso, o acompanhamento de um fisioterapeuta é essencial.

Suplementos que podem prevenir lesões

Listamos alguns dos principais suplementos que podem ser úteis na prevenção de lesões, além de fortalecer a musculatura e as articulações. Além disso, também são facilmente encontrados em drogarias.

Cálcio

O cálcio é um nutriente fundamental para o funcionamento do corpo e é o mineral em maior quantidade no organismo. A falta de cálcio pode acarretar na perda de massa óssea e, por consequência, o desenvolvimento de osteoporose.

Polivitamínicos

Os polivitamínicos ajudam a manter o organismo humano bem nutrido e potencializam os resultados dos treinos. Além disso, auxiliam nas funções cerebrais, na contração muscular e na produção de energia.

Ômega 3

O ômega 3 é fundamental para diminuir inflamações, proteger contra doenças cardiovasculares, combater sintomas de depressão e ainda evitar a formação de coágulos no sangue.

Vitamina D

A vitamina D é essencial para manter os ossos fortes e ajuda o corpo a otimizar a distribuição do cálcio no organismo. Ela pode ser encontrada em alimentos como o salmão, o atum e a sardinha. Entretanto, a principal fonte desse nutriente é o sol.

Condroitina

A condroitina é uma substância que costuma ser utilizada no tratamento de artrite, artrose, dor nas juntas e em articulações que sofreram algum tipo de lesão. Ela atua na reconstrução dos tecidos que formam a cartilagem e combate a inflamação.

 

Em tempos onde os cuidados com a nossa saúde estão cada vez mais em alta, realizar uma rotina de treinos saudável é a melhor alternativa para garantir um estilo de vida saudável.